Sem-terra fecham rodovias federais em MS e PRF recomenda adiar viagens - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Sem-terra fecham rodovias federais em MS e PRF recomenda adiar viagens

Congestionamento chega a 4 km em alguns trechos

Publicado em: 10/04/2018 às 11h04

Mídia Max

Três pontos das rodovias federais em Mato Grosso do Sul estão totalmente bloqueados na manhã desta terça-feira (10) devido a manifestações do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), há bloqueios na BR 262, BR 163 e BR 267.

Segundo a PRF, a manhã deve ser de transtorno para os motoristas que precisarem utilizar os trechos bloqueados. “A PRF recomenda que os condutores deixem as suas viagens para o período da tarde, pois há possibilidade de o movimento não permanecer até lá”. As linhas de atendimento da Polícia Rodoviária estão congestionadas com o grande volume de ligações e atrapalham o atendimento a casos emergenciais.

Na manhã da última sexta-feira (6), houve protesto do movimento devido à prisão do ex-presidente Lula. A Polícia soube informar sobre o motivo da manifestação. Confira os pontos de barreira:

BR 262: km 442, no trevo de acesso a Dois Irmãos do Buriti

BR 163: km 104, em Naviraí, no trevo para Icaraíma

BR 267: km 136, no trevo para Nova Andradina

Nos três pontos, as rodovias estão completamente bloqueadas e há congestionamento. Na BR 262, há 4 km de congestionamento. Na BR 163, 30 sem-terra fazem o bloqueio e o congestionamento tem 1 km de extensão, pois a CCR MS parou o fluxo antes do local da manifestação.

Na BR 267, cerca de 60 manifestantes realizam barreira na rodovia e o congestionamento chega a 4 km em ambos os sentidos. Membros do MST reivindicam audiência do MPF (Ministério Público Federal) com representantes de quatro acampamentos.

​(Foto: Ilustrativa)

*Reportagem atualizada às 9h15 para acréscimo de informações