PMA autua dono de sítio por manter macaco-prego ilegalmente em cativeiro em Deodápolis - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

PMA autua dono de sítio por manter macaco-prego ilegalmente em cativeiro em Deodápolis

O infrator, residente no sítio, foi autuado administrativamente e multado em R$ 500,00. Ele também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis e responderá por crime ambiental

Publicado em: 19/06/2018 às 09h49

MS NEWS

A PMA (Polícia Militar Ambiental) o dono de um sítio por manter macaco-prego ilegalmente em cativeiro. Uma equipe da PMA de Batayporã realizava fiscalização na zona rural do município de Deodápolis, cidade a 258 quilômetros de Campo Grande, e autuou nesta segunda-feira (18) o proprietário de um sítio por manter animal silvestre ilegalmente em cativeiro.

A PMA chegou no sítio, localizado a 10 km da cidade, e verificou que o infrator mantinha o animal silvestre da espécie Cebus libininosus, conhecida como macaco-prego sem autorização do órgão ambiental. O bicho encontrava-se amarrado a uma corrente ligada a uma coleira, em um poleiro em uma árvore e foi apreendido.

O infrator (45), residente no sítio, foi autuado administrativamente e multado em R$ 500,00. O autuado também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis e responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção. O macaco foi encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres na Capital.