Prefeito Donato importa secretário de saúde rejeitado em Dourados - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, quinta-feira, 19 de julho de 2018

Prefeito Donato importa secretário de saúde rejeitado em Dourados

Publicado em: 05/07/2018 às 07h44

Da Redação

O prefeito Donato Lopes da Silva (PSDB), importou de Dourados nesta última terça-feira, (03), Marcio Grei Alves Vidal de Figueiredo para assumir a secretaria municipal de saúde de Rio Brilhante. Vidal vai ser o terceiro secretário de saúde em apenas 18 meses de gestão, ou seja, a cada 6 meses um novo secretário aparece tentando resolver o caos na saúde da Pequena Cativante.

Donato que já tem mais de 70 anos, esqueceu de buscar referências sobre seu novo secretário, que em Dourados era nomeado no cargo de gerente de atenção primaria da secretaria municipal de saúde, não conseguiu efetuar o cadastramento no Sistema Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (SCNES). O Ministério da Saúde descredenciou 29 Equipes de Saúde da Família no município de Dourados de Saúde da Família (ESF). A terra de Marcelino Pires perdeu equipes de Saúde da Família não conseguiram, entre outras coisas, cadastrar profissionais e equipes participantes do Projeto Mais Médicos no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e, com isso, perdeu o financiamento e a transferência dos recursos federais para as ações e os serviços públicos de saúde do Sistema Único de Saúde. Sem cadastrar, a prefeitura não recebe recursos para pagar os profissionais que atuam na Atenção Básica, ou seja, justamente nos postos de saúde. Enquanto a administração do tucano Donato também não deu conta de efetuar o cadastramento e acabou sendo descredenciado em duas unidades de saúde do município.

A falta de pessoas competentes no grupo político do prefeito, pode ter sido um grande fator para importação de Márcio Grei. O Vice-prefeito, Márcio Belone foi o primeiro a ser demitido por Donato, logo em seguida foi nomeada Adriana Barbosa, mesmo com tamanha experiência também não deu conta de gerenciar a saúde e foi demitida do cargo essa semana.

Um morador que não quer ser identificado com medo de perseguição política, disse “tomara que esse secretário traga remédio junto com ele, porque aqui a coisa está feia, não tem nem dipirona, nos postos de saúde, já estou quase um ano aguardando para fazer uns exames e até agora nada, esses dias até perderam meus papeis lá nesta secretaria”.

Outro morador que não quis se identificar disse, “antes a saúde já estava de mal a pior, mas pelo menos os secretários moravam aqui na cidade quando precisava a gente podia bater palma nos portões deles e agora como faz? Sendo esse de outra cidade sem conhecimento com ninguém daqui, já avisa ele que aqui não tem Shopping Center, Cinema e muito menos Casino”.




  • Colégio Objetivo4
  • Objetivo32