PF desarticula esquema de facilitação de entrada de estrangeiros no Brasil - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

PF desarticula esquema de facilitação de entrada de estrangeiros no Brasil

Publicado em: 21/11/2018 às 09h08

Comunicação Social da Polícia Federal em Corumbá /MS

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (20/11) a Operação Caronte, para desarticular um esquema criminoso que ocorria no posto de controle migratório (Posto Esdras) em Corumbá/MS. A ação delituosa foi estabelecida por "empresas de turismo" que vendiam um "pacote" aos estrangeiros que desejavam entrar no País cobrando, além do transporte até São Paulo, taxas para não precisar passar pela fiscalização imigratória.

Cerca de 30 policiais federais deram cumprimento a cinco mandados de prisão preventiva e seis mandados de busca e apreensão.

A prática criminosa consistia no desvio de documentos de imigração (conhecidos como "tarjetas"), os quais eram entregues aos despachantes que vendiam no "pacote" aos estrangeiros que desejavam entrar irregularmente no País. Após essa fase, os documentos eram inseridos nos sistemas de controle, burlando totalmente as regras estabelecidas, permitindo com que indivíduos ingressassem sem qualquer tipo de fiscalização.

O estratagema criminoso era composto por despachantes das "empresas de turismo", contudo tinha a participação de um policial federal, um servidor administrativo e um contratado da PF, os quais facilitavam a entrada irregular dos estrangeiros. Os valores cobrados diferiam por migrantes, sendo que, inclusive, estrangeiros com impedimento ou com multa vigente tinham seus registros adulterados, de forma a permitir o ingresso em território nacional.

A Operação foi batizada de Caronte, pois esse personagem mitológico era um barqueiro que somente atravessava as pessoas para outro plano mediante o pagamento de uma moeda, em alusão à corrupção praticada para permitir acesso ao território nacional.