Prefeito Arlei “usou” metade do mandato e não conseguiu cumprir nem 20% das promessas de campanha - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, terça-feira, 26 de março de 2019

Prefeito Arlei “usou” metade do mandato e não conseguiu cumprir nem 20% das promessas de campanha

Publicado em: 03/01/2019 às 15h18

Da Redação

Após ser empossado, em 2017, o prefeito de Nova Alvorada do Sul, Arlei Barbosa ex-petista e atualmente no MDB, desfiou um rosário de promessas.


A principal delas consistia em cumprir centenas de ações distribuídas em 15 metas até o fim do mandato. Outro objetivo era o de fazer uma gestão técnica, na contramão da administração do seu antecessor, Juvenal Neto (PSDB).


Tudo o que foi dito há dois anos não passou de um protocolo de intenções. Passada metade de seu mandato, menos de 20% do programa de metas do seu programa de governo foram concluídas. O privilégio a uma composição técnica também ficou apenas na promessa.


Orientado pela Primeira-dama Danielle Mendes, o prefeito Arlei já começa a montar o palanque para a campanha à reeleição em 2020. Incorporou ao seu secretariado em 2018 o petista Marcio França (Administração) numa ação que contrariou setores do próprio PT.


A nomeação de Marcio França, para ocupar a vaga de Luciene Quadros que supriu o pedido de exoneração na época de Rivaldo Alves, ex-prefeito e tido pela população como um dos melhores prefeitos que o município já teve, e que iniciou a gestão ocupando a vaga de secretário de administração e finanças, mas após 5 meses de mandato pediu exoneração do cargo.

Finanças bagunçadas de Nova Alvorada do Sul

O município está sem secretário de finanças por mais de 8 meses e a última pessoa que chefiou esta pasta foi Luciene Quadros, que após foi rebaixada por Arlei Barbosa a gerente de setor, e de lá pra cá ninguém mais ocupou o cargo, deixando as finanças do município sem um gestor para saber aplicar corretamente os recursos.


Enquanto Arlei tenta se blindar politicamente, de olho nas eleições de 2020, seus projetos para a cidade andam a passos lentos. Das metas em andamento Arlei encontra muitas dificuldades e até a resistência de sua equipe de governo para cumprir as metas de campanha.


O exemplo maior do descumprimento das promessas de campanha está na Escola Agricola. Arlei prometeu colocá-la em funcionamento e ficou só nisso. O prédio está abandonado no meio do matagal. O prédio até foi ocupado por algumas pessoas que transformaram-no em habitação improvisada. Enquanto isso o sonho de muitos agricultores familiares em ver seus filhos aprendendo uma profissão ficou apenas no papel.