Denúncia leva PM até casa onde traficantes escondiam 850 quilos de maconha - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Denúncia leva PM até casa onde traficantes escondiam 850 quilos de maconha

Publicado em: 17/06/2019 às 08h34

Dourados News

Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar até residente no bairro Nova Lima, em Campo Grande, onde os agentes encontraram 850 quilos de maconha. Segundo o Campo Grande News, quatro pessoas foram presas e, na casa de um deles, foram apreendidos pistola israelense, colete balístico e munições.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central. Conforme noticiado pelo site, a equipe da Força Tática do 11ºCIPM recebeu denúncia anônima de que haveria transação de droga, ontem à tarde, em endereço na Rua Randolfo Lima, no Nova Lima.

Na checagem do endereço indicado, encontraram dois rapazes, identificados como Maycon Marques da Silva, de 25 anos e Stuart Lopes Valeriano, 21 anos.

Na carteira de Stuart, foi encontrado papelote de cocaína e, com Maycon, papelote de maconha e uma muda da planta em casa. Eles alegaram que são usuários, mas que poderiam indicar os fornecedores da droga, já que haviam encomendado um quilo de maconha para um amigo, no valor de R$ 700.

Ainda de acordo com o Campo Grande News, o fornecedor, segundo eles, seria indivíduo conhecido como “Véio” e receberiam dele 100 gramas da droga como pagamento. Os rapazes disseram à PM que há dois meses prestam serviço mediante pagamento de droga para uso pessoal.

Durante a vistoria nesta casa, um veículo parou em frente eu um homem entrou, sem perceber a presença da polícia. Ele foi identificado como sendo André Alves da Silva, 49 anos. Com ele, os PMs encontraram uma caixa de sapato contendo 842 gramas de maconha. Ele confessou que era a encomenda pedida e que teria mais em casa.

A PM foi até a casa de André, na Rua Professora Antônia Capilé, e localizaram em um quarto, nos fundos do imóvel, 850 quilos de maconha divididos em vários tabletes. Na revista, encontraram no quarto dele uma pistola calibre 9 mm, modelo Jericho israelense, dois carregadores contendo 13 munições, mais 11 sobressalentes e um colete balístico. 

André disse que este material foi guardado a pedido de presidiário, não revelando o nome. Também foi encontrado R$ 975. Além dos três homens, a mulher de André, Silvana Corrêa, 45 anos, que estava na casa, também foi detida. O caso foi registrado como posse irregular de arma, tráfico de drogas e formação de quadrilha. A droga, arma e munições foram levadas à Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).