Coronel David solicita informações à Fapems sobre andamento do concurso da PM e Bombeiros - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, segunda-feira, 22 de julho de 2019

Coronel David solicita informações à Fapems sobre andamento do concurso da PM e Bombeiros

Requerimento pede andamento no cronograma do certame e divulgação dos resultados do TAF

Publicado em: 04/07/2019 às 08h24

Da Redação

Em sessão realzada na manhã desta terça-feira (2), o deputado estadual Coronel David encaminhou ao Secretário de Estado de Administração, Roberto Hashioka, e ao Secretário Executivo da Fundação  de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e a Cultura de Mato Grosso do Sul (FAPEMS), Airton Pinto de Moura, um requerimento solicitando sobre o andamento do concurso da Polícia e Bombeiro Militar de MS.

Segundo Jean Carlos Tavares de Oliveira, representante dos canditatos, depois da suspensão do concurso, lançaram um cronograma com data para a realização do Teste de Aptidão Física (TAF), porém, após o resultado preliminar, foi constatado que os mesmos estavam errados. Foi solicitado à FAPEMS  a  divulgação dos vídeos para que  os candidatos pudessem entrar com recurso, mas até o presente momento, os vídeos não foram disponibilizados. "Em tese, se o cronograma fosse seguido, nós teríamos que receber o vídeo, fazer o recurso e enviar o mesmo para a organizadora do concurso, e depois disso, aguardar a publicação no Diário Oficial. A demora nos prejudica, os resultados deveriam ter sidos divulgados  no dia 19 de junho, a homologação seria no dia 1º de julho, mas até agora estamos sem previsão da divulgação desses resultados", afirmou Jean.

O deputado Coronel David já acompanha o caso há um bom tempo e tem sido a “ponte” entre canditados e governo do Estado para que o desfecho aconteça o mais rápido possível. “Precisamos resolver essas questões  burocráticas, para que os futuros policiais e bombeiros militares possam, enfim,  proteger nossas famílias e fortalecer a segurança pública do Mato Grosso do Sul”, destacou o parlamentar.