Hospital Regional da Grande Dourados realiza mais de 80 cirurgias oftalmológicas em três dias - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Hospital Regional da Grande Dourados realiza mais de 80 cirurgias oftalmológicas em três dias

Unidade, que está sob nova gestão do Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), é referência em cirurgias oftalmológicas para 33 municípios

Publicado em: 04/07/2019 às 08h27

Da Redação

O Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados (HRCGD) realizou, entre os dias 27 e 29 de junho, 83 cirurgias oftalmológicas de catarata e pterígio, além de 109 consultas. Aberto pelo Governo do Estado para agendamento de consultas em abril do ano passado, iniciou os atendimentos em maio de 2018 e desde o último dia 12 de junho está sob a gestão do Instituto Acqua, que também é responsável pelo Hospital Regional de Ponta Porã.

O hospital foi criado com o objetivo de realizar demandas de baixa e média complexidade, para reduzir a fila de espera por esses procedimentos. Também realiza atendimentos em Cirurgia Geral, Ortopedia, Ginecologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Vascular e Oftalmologia. Além disso, a unidade oferta exames de ultrassonografia, radiografia, eletrocardiograma, endoscopia e colonoscopia.

A unidade é referência para 33 municípios e realiza, em média, 208 cirurgias mensais em diversas especialidades tendo um corpo clínico de 50 médicos e mais 60 funcionários. O atendimento é um dos pontos altos. “Como exemplo, temos as cirurgias ortopédicas, que não vinham sendo realizadas por nenhum hospital da região e agora são feitas no Regional da Grande Dourados, evitando que os pacientes tenham que se deslocar para Campo Grande”, explica o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

O diretor-técnico do Hospital, Diego Romeiro, explica: “Hoje somos o hospital da região sul do Estado que mais realiza procedimentos oftalmológicos pelo SUS. Todos os meses, realizamos por volta de 200 atendimentos ambulatoriais e 70 cirurgias oftalmológicas, incluindo catarata e pterígio. Temos um projeto para ampliar a especialidade a fim de realizarmos outras cirurgias de maior complexidade como a de retina”.

Os pacientes elogiam o atendimento que recebem no HRCGD. Cinésio Silveira, 69 anos, é um dos que se declarou emocionado ao término da cirurgia e agradeceu à equipe do hospital. “Estou muito feliz, pois voltei a enxergar. Como minha catarata estava muito avançada, achei que ficaria cego para sempre. Agradeço a todos pela atenção e carinho. Sinto-me realizado com a nova visão”, contou.

Tomázia Brites, 71 anos, é outra que comentou a qualidade do atendimento. “Estava com muita dificuldade para enxergar e operei de catarata bilateral. Fiquei surpresa com a qualidade do serviço prestado.  A equipe é muito simpática e humanizada. Tudo correu bem com minha cirurgia, os médicos e enfermeiros foram bastante atenciosos”, concluiu.

Regionalização

A implantação do O Hospital de Cirurgias da Grande Dourados faz parte da estratégia de regionalização da saúde em Mato Grosso do Sul, que tem o objetivo de oferecer saúde de qualidade com melhor acesso aos moradores do interior do Estado, conforme determinação do governador Reinaldo Azambuja. “Além de aproximar a saúde dos cidadãos, a regionalização fará com que os hospitais e unidades de urgência dos grandes centros, principalmente Campo Grande e Dourados sejam desafogados”, explica Geraldo Resende.

Para tanto, o Governo do Estado vem adotando medidas para o fortalecimento de unidades hospitalares situadas na região, como o Hospital da SIAS, em Fátima do Sul; o Hospital Municipal de Naviraí; o Hospital Regional de Nova Andradina; o Hospital “Dr. José Simone Netto”, de Ponta Porã; e o Regional de Amambai, que estão recebendo incremento e incentivo financeiro para a realização de cirurgias eletivas.