Enxugamento dos Correios demitiu 37 empregados e fechou 3 agências em MS - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Enxugamento dos Correios demitiu 37 empregados e fechou 3 agências em MS

Publicado em: 15/07/2019 às 14h32

Dourados News

O plano de enxugamento de despesas dos Correios provocou o fechamento de três agências em Mato Grosso do Sul e a demissão voluntária de 37 empregados. Em Dourados foram três servidores desligados e uma unidade desativada. 

Conforme informações da superintendência da estatal em MS, atualmente o efetivo do Estado é de aproximadamente 1.400 empregados distribuídos em 109 agências. 

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, representante da União, anunciou o plano de demissão voluntária em maio deste ano e tinha a expectativa de desligar 7.300 funcionários em todo o país. Segundo levantamento do G1, 4.881 empregados aderiram ao PDV.

Em Dourados três servidores buscaram o desligamento. A medida proposta pela empresa pública priorizou os funcionários com maior idade, maior tempo de serviço e maior tempo de aposentadoria.

Além das verbas rescisórias, a empresa concedeu um incentivo financeiro que variou entre R$ 25 mil e R$ 350 mil. No entanto, o empregado que aderiu ao PDV não teve direito a receber a multa rescisória de 40% do saldo do FGTS nem ao seguro-desemprego, por se tratar de desligamento voluntário. Ainda assim, a empresa garantiu que as verbas rescisórias superam o valor da multa. 

“Os Correios vêm adotando medidas para o fortalecimento da governança e da gestão, e a otimização dos recursos, visando à melhoria dos serviços prestados à população e à manutenção dos empregos”, justificou a assessoria de imprensa da superintendência em MS. 

Dentro da estratégia de enxugamento, o Correios fechou  161 agências no Brasil. Três delas em Mato Grosso do Sul, sendo uma em Dourados, localizada nas dependências da Unigran. Conforme a assessoria da estatal, as unidades desativadas ocupavam imóveis alugados e eram sombreadas por outras, sendo realizada a migração dos serviços para outros pontos de atendimento. Atualmente Dourados conta com cinco locais. 

Além disso, a participação dos custos em plano de saúde aos funcionários da empresa foi reduzido.

Dourados News buscou contato com o Sintect/MS (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul), tanto em Campo Grande quanto na sub-sede em Dourados, mas nenhuma das ligações foram atendidas.