Prefeitura de Rio Brilhante aluga sem licitação prédio onde funcionou comitê do prefeito Donato (PSDB) nas eleições 2016 - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Prefeitura de Rio Brilhante aluga sem licitação prédio onde funcionou comitê do prefeito Donato (PSDB) nas eleições 2016

R$ 5.500 serão pagos mensalmente durante 12 meses

Publicado em: 07/08/2019 às 14h49

Da Redação

Conforme consta no processo de dispensa de licitação número 004/2019, e no processo administrativo 077/2019, a prefeitura de Rio Brilhante dispensou a licitação e alugou um prédio localizado na Avenida Lourival Barbosa, número 536, esquina com a Rua Santana (defronte com a Rodoviária), que é de propriedade de Hamilton do Prado Ferreira, que foi candidato a vereador pelo PSDB nas eleições de 2016, apoiando o Prefeito Donato Lopes da Silva.

No local, segundo consta no contrato, vai funcionar o Núcleo de Apoio à inclusão da Secretaria Municipal de Educação.

O que chamou a atenção no referido contrato, foi o valor do aluguel contratado, R$ 5.500,00 (cinco mil e quinhentos reais mensais), considerando um pouco elevado considerando outros prédios disponíveis por valores muito inferiores na cidade, principalmente porque a prefeitura não necessita de ponto comercial.

O referido local serviu como Comitê Central de Campanha do Prefeito Donato Lopes da Silva nas eleições de 2016, porém, o então candidato Donato não declarou em sua prestação de contas das eleições o uso do prédio, nem como doação de campanha, nem como locação de imóvel, e o então candidato Hamilton do Prado recebeu como doação de campanha do PSDB, a quantia irrisória de R$ 460,00 como todos os candidatos conforme consta da prestação de contas.

Conforme este site apurou, alguns vereadores da oposição ficaram surpresos com tal contratação, e já estão se movimentando para solicitar informações precisas sobre a referida locação.

Um dos vereadores de oposição, que pediu para não ser identificado disse: “fiquei surpreso, aparentemente a contratação foi feita de acordo com a lei, mas vou investigar para verificar se não houve favorecimento político ou alguma ilegalidade, e vou verificar também como foram feitas as avaliações do valor desse aluguel que considero bem alto, principalmente porque a prefeitura não precisa de ponto comercial e existem muitas casas boas disponíveis por valores bem inferiores, tipo R$ 1.500,00/R$ 2.000,00, que também poderiam atender a secretaria de educação.”