Armados com escopetas, policiais fazem buscas por ‘Maníaco do Carioca’ - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Armados com escopetas, policiais fazem buscas por ‘Maníaco do Carioca’

Três mulheres já foram esfaqueadas e polícia montou operação bairro seguro

Publicado em: 21/08/2019 às 08h32

Mídia Max

Depois do segundo caso de esfaqueamento de uma mulher no bairro Jardim Carioca, em Campo Grande,  a Polícia Militar iniciou operação bairro seguro para tentar encontrar o criminoso que já atacou três mulheres no bairro. Equipes do Batalhão de Choque com escopetas fazem rondas no bairro.

Com viaturas, motocicletas e armados com escopetas policiais militares iniciaram uma verdadeira caçada ao ‘Maníaco do Carioca’, que está aterrorizando o bairro depois de esfaquear três mulheres na região, entre os dias 29 de julho 19 de agosto.

Segundo o Comandante da PM, Valdir Ribeiro Acosta, uma van vai ser inaugurada na próxima quinta-feira (22) para a população poder fazer as denúncias e reclamações, além de ter o objetivo de colher dados sobre a criminalidade no local.

Desde segunda (19), quando a polícia começou a operação três bocas de fumo já foram fechadas no bairro e mandados de prisão cumpridos. O pedido de instalação de monitoramento no bairro pelos moradores, o comandante afirmou que está sendo analisada e que a PM está trabalhando em conjunto com a Polícia Civil.

Os moradores acreditam que o suspeito seja o mesmo dos três crimes ocorridos no bairro. O primeiro ataque aconteceu no dia 29 de julho, quando uma mulher foi esfaqueada e estuprada por um homem, que aguardava em cima de uma árvore. O segundo ataque foi nesta segunda-feira (19) e vitimou uma idosa de 75 anos, que foi esfaqueada no pescoço, mas não teve nenhum pertence levado. Outra mulher de 53 anos também foi assaltada na mesma região, também nesta segunda e procurou a delegacia de polícia.

 

'Maníaco do Carioca’

No dia 29 de julho uma mulher de 31 anos foi atacada por um rapaz armado com uma faca em um matagal no bairro. Ela voltava para casa após levar o filho à escola quando foi surpreendida pelo criminoso. A vítima foi esfaqueada várias vezes, estuprada e ficou internada em estado grave na Santa Casa. Ela segue internada, agora consciente, e passou por cirurgias.

Já na manhã de segunda-feira (19) a idosa de 75 anos voltava para casa quando passou pela ponte e foi atacada por um rapaz, também armado com faca. Ele chegou a esfaquear a mulher no pescoço e ela fugiu correndo e pediu ajuda. O caso é investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) como roubo na forma tentada seguida de lesão grave.

Uma mulher de 53 anos prestou depoimento à polícia na manhã desta terça-feira (20), após ter sido vítima de assalto na região do Jardim Carioca momentos antes da idosa de 75 anos ser esfaqueada. A vítima contou ao Jornal Midiamax que o assalto aconteceu aproximadamente 10 minutos antes da idosa de 75 anos ser esfaqueada na região da ponte aos fundos do Jardim Carioca. Ela disse que estava sozinha em casa, descascando milho, quando o rapaz entrou pela porta da frente armado com uma faca.

Segundo a vítima, ele estava muito tranquilo e não aparentava ter usado drogas ou álcool. Ele mandou ela ficar em silêncio, colocou a faca no pescoço da vítima e anunciou o assalto. O assaltante levou uma carteira de cigarros e aproximadamente R$ 30