Colégio Objetivo de Rio Brilhante realizou 'Aulão da Madrugada' - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sábado, 7 de dezembro de 2019

Colégio Objetivo de Rio Brilhante realizou 'Aulão da Madrugada'

Amanheceu superação dentro de nós

Publicado em: 04/09/2019 às 09h00

José Alfredo Silva Melo Sobreira - J.A

A música “Maior que as muralhas” aborda, no interior de seus versos, a temática da superação. Em um deles, especificamente, o intérprete faz referência à insatisfação de estar onde se está, sensação que - não raro - é sentida por nossos jovens quando inseridos no ambiente escolar. 

Traduzindo (e citando o texto na íntegra), para muitos estudantes deste século, quando se é adolescente e/ou enquanto os hormônios estão à flor da pele, “qualquer lugar parece melhor que” a escola.

Ignorando as causas que validam tal premissa e demonstrando extraordinária ousadia, a Escola de Educação Cativante - Sistema Objetivo de Ensino - tornou realidade o título da canção supracitada, num convite a desestabilizar a rotineira e enfadonha prática educativa tradicional. Assim, a organização deu vida ao projeto “Aulão na Madrugada”, idealizado mediante a parceria de um diretor nada convencional e visionário - diga-se de passagem - e de uma equipe de professores e coordenadores cujo ensino é o oxigênio das suas vidas. Somado a esse combo e sem os quais nada do que foi feito se realizaria estiveram também o apoio pedagógico e eles - sim! eles mesmos: os alunos mais incríveis do universo cujas qualidades nem mesmo todos os adjetivos da Língua Portuguesa seriam capazes de expressar e cuja importância ultrapassa as estrelas. Sem exagero!

O projeto se fundamentou na ideia de que no espaço escolar é preciso inovar para superar! Para isso, fizemos da “muralha da madrugada de sexta pra sábado” o nosso primeiro desafio a ser superado, atravessando nada menos que oito horas de ensino e descontração madrugada a dentro. A unidade, a cooperação e a força de vontade nos fortaleceu diante da “muralha do sono e do cansaço”, produzindo e reforçando a famigerada “superação” no interior de cada um, abrindo a possibilidade de construção paulatina de uma nova história da educação:

Era uma vez o monstro do desânimo, do desinteresse, da desmotivação com todas as suas múltiplas facetas a atacar a formação integral dos nossos alunos. Após um embate que nos custaria a emancipação intelectual caso sucumbíssemos, pusemos abaixo todas as cabeças da medusa social que nos desejou empedrar. Se o ensino estava fadado à paralisia, o nosso - não! O inimigo do rendimento escolar ruiu juntamente com os seus artífices enquanto amanhecia não só no horizonte, bem como dentro de nós.