Dourados foi terceiro maior produtor de milho segunda safra no Estado - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Dourados foi terceiro maior produtor de milho segunda safra no Estado

Publicado em: 30/09/2019 às 09h58

Dourados News

Dourados figura como terceiro maior produtor de milho segunda safra em Mato Grosso do Sul neste ano. De acordo com os dados consolidados pelo setor produtivo, nos 154.468,28 de hectares cultivados no município, foram colhidas 900.247,53 toneladas do grão, com produtividade média de 97,1 sacas (5.828,04 quilos) por hectare.

No mais recente boletim casa rural divulgado pela Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), a produção estadual totalizou 12.156.976,37 toneladas. As máquinas colheram em 2.173.294,78 de hectares a média de 93,23 sacas (5.593,80 quilos) por hectare.

Em território sul-mato-grossense, a Maracaju é o maior produtor do grão. Os produtores do município plantaram 254.989,56 de hectares e colheram a média de 99,2 sacas (5.949,40 quilos) por hectare, com produção total de 1.517.034,71 toneladas.

Sidrolândia, que colheu 1.058.704,59 toneladas, é o segundo do ranking. Nos 182.287,07 de hectares cultivados, as máquinas obtiveram produtividade média de 96,8 sacas (5.807,90 quilos) por hectare.

Depois de Dourados, encerram a lista dos cinco maiores produtores estaduais Ponta Porã (884.687,20 toneladas colhidas em 172.333,74 de hectares, média de 85,6 sacas - 5.133,57 quilos por hectare), e São Gabriel do Oeste (643.187,81 toneladas em 89.484,15 de hectares, média de 119,8 sacas - 7.187,73 quilos por hectare).

O solo mais produtivo de Mato Grosso do Sul para essa cultura foi o de Alcinópolis, onde o milho segunda safra rendeu 133,8 sacas por hectare, em média, o equivalente a 8.026,20 quilos por hectare. Nesse município, a área cultivada foi de 5.202,39 de hectares e a produção atingiu 41.755,38 toneladas.

Segundo a Famasul, a produtividade média ponderada no Estado foi de 93,23 sacas por hectare, com destaque para a região Norte (113,20 sacas por hectare), seguida pela Sul (90,60 sacas por hectare) e pela Centro (90,30 sacas por hectare).

“Mato Grosso do Sul comercializou até 23 de setembro 53,97% da safrinha 2019. Praticamente o mesmo índice registrado em igual período da safra 2018”, detalha a Federação.