Nem todos do PSL nós queremos, diz presidente estadual do Patriota em MS - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Nem todos do PSL nós queremos, diz presidente estadual do Patriota em MS

Lídio Lopes defende uma triagem, caso Bolsonaro se filie ao Patri, levando consigo vários políticos

Publicado em: 08/11/2019 às 10h05


instabilidade nacional no PSL tem levantado uma série de possibilidades de mudanças de partido do presidente da República, Jair Bolsonaro e até criação de uma nova legenda. Há também algumas conversas de uma possível filiação do presidente, no Patriotas. Em Mato Grosso do Sul, o presidente estadual, Lídio Lopes, dizer que se a mudança se concretizar, será necessário fazer uma triagem, porque nem todos que estão no PSL, o Patri quer. 

Lopes, que também é deputado estadual, comentou sobre alguns comentários da possível mudança do Bolsonaro para o Patriota. “Isso se oficializando, tem que criar um jeito de abrir uma janela partidária. O Patriota discute fazer fusão com outro partido para que os parlamentares possam sair na janela”.

Se o presidente da República trocar de partido, espera-se que todos os eleitos pela onda Bolsonaro em 2018, também migrem. Mas, Lídio Lopes defende fazer uma triagem. “Obviamente que nós do Patriota vamos fazer uma triagem, porque nem todos que estão no PSL nós queremos”.

Lopes ainda fez críticas sobre os acontecimentos no PSL. “Hoje o PSL é um partido de bagunça, baderna, que ninguém se entende”.

Ele também falou sobre os políticos que se aliaram ao presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, que Bolsonaro disse no mês passado, que estava queimado pra caramba, desencadeando a crise interna no partido. “Eu, em Mato Grosso do Sul, particularmente não aceitaria, não. Hoje, por exemplo, se tivesse que vir, Coronel David e [Luiz] Ovando, seriam os nomes bens vistos e bem quistos, os demais, zé fini”.