Flamengo: por que Gabigol foi expulso após dois gols na final da Copa Libertadores - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Flamengo: por que Gabigol foi expulso após dois gols na final da Copa Libertadores

Publicado em: 25/11/2019 às 08h01

ESPN

Muita gente não entendeu por que Gabigol foi expulso na final da Copa Libertadores, depois de marcar os dois gols da vitória do Flamengo sobre o River Plate, por 2 a 1. As imagens da transmissão não flagraram, mas o atacante fez gestos obscenos para o banco e torcida dos argentinos.

A informação é de Pedro Ivo Almeida, comentarista dos canais ESPN, no portal “UOL”.

Foi já aos 50 minutos do segundo tempo quando o árbitro chileno Roberto Tobar mostrou o cartão vermelho para o atacante, pouco antes de um amarelo por ele ter tirado a camisa para comemorar o segundo gol. Do outro lado do campo, Ezequiel Palacios, do River, havia sido expulso.

No campo de defesa do Flamengo, enquanto bebia água, Gabigol sacudiu os órgãos genitais em direção a torcedores do River na arquibancada e, depois, repetiu o gesto para rivais do banco de reservas. Tobar foi avisado por seus auxiliares do que ocorreu e não teve dúvidas.

Apesar da expulsão na final da Libertadores, Gabigol não carregará a suspensão para o Mundial de Clubes. O regulamento da competição da Fifa é claro: "Cartões amarelos e suspensões pendentes que não puderam ser servidas na competição da confederação, não são levadas para o Mundial 2019".

Assim, Gabigol terá que cumprir essa suspensão na próxima competição da Conmebol, em 2020.

O Mundial de Clubes começa no dia 11 de dezembro, com o Flamengo fazendo sua estreia na semifinal no dia 17 contra o vencedor de Esperance-TUN e o Al Hilal-SAU, campeão da Champions Asiática neste domingo.