Há 4 anos encostado no pátio do hospital, gerador de energia não é instalado e pacientes correm risco de morte em Rio Brilhante - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sábado, 22 de fevereiro de 2020

Há 4 anos encostado no pátio do hospital, gerador de energia não é instalado e pacientes correm risco de morte em Rio Brilhante

Publicado em: 23/01/2020 às 10h12

Da Redação

Parado aproximadamente 4 (quatro) ano nos fundos do Hospital e Maternidade Associação Beneficente de Rio Brilhante, um gerador de energia, conseguido com recursos da Senadora Simone Tebet, está parado sem uso.

O referido Gerador de Energia foi viabilizado entregue ao nosso hospital pela administração do ex-prefeito Sidney Foroni e pelos vereadores João Pedro (MDB) e  Belinha (MDB), junto à senadora Simone Tebet, e teve um custo aproximado de R$ 150 mil.

Após a entrega do Gerador, o Hospital não tinha local para colocar o gerador, foi então que o ex-prefeito Sidney Foroni viabilizou junto à Usina Biosev a construção de uma Casa de Maquinas, que custou aproximadamente R$ 35 mil e foi construída pela Macopel nos fundos do hospital de Rio Brilhante, ficando pronto para ser instalado.

Porém, hoje, passados exatamente 4 anos, o gerador de energia ainda não foi instalado e o nosso hospital depende exclusivamente da energia recebida da rede de energia da Energisa, e não se tem notícias sobre as razões pelas quais esse gerador ainda não foi instalado.

Enquanto isso não acontece o equipamento, que pode salvar vidas em caso de falta de energia e com a necessidade de manter aparelhos do hospital ligados, ainda está embalado, uma parte acomodada embaixo de uma cobertura e outra parte em um espaço construído para abrigar o gerador.

LEI ESTADUAL

Desde o dia 28 de Julho de 2017, a Lei Estadual nº 4.899/2016, de 27 de julho de 2016 Os estabelecimentos hospitalares e clínicas, públicos ou privados, localizados no Estado de Mato Grosso do Sul, que possuam centro cirúrgico, centro obstétrico, unidade de tratamento intensivo, unidade coronariana ou qualquer outra instalação que não possa sofrer interrupção de procedimentos assistenciais aos pacientes, ficam obrigados a proceder à instalação de gerador de energia elétrica dotado de sistema de acionamento automático.

Conforme a lei, os estabelecimentos hospitalares e clínicas, públicos ou privados, que tenham centro cirúrgico, centro obstétrico e unidade de tratamento intensivo deverão colocar os geradores.

O objetivo da medida é garantir que os serviços hospitalares que precisam de eletricidade não sejam prejudicados em caso de interrupção no abastecimento.

O Hospital de Rio Brilhante recebeu um gerador de energia elétrica há mais de 4 anos e até o presente momento, dito equipamento ainda não foi instalado por pura irresponsabilidade dos seus diretores, e, em caso de queda de eletricidade, pacientes que dependem de algum tipo de equipamento elétrico ou que estejam realizando cirurgia correm o risco de morte e como as quedas de energia são constantes em Rio Brilhante, é um absurdo e um abuso os diretores do Hospital deixaram ao abandono um equipamento de tamanha importância e utilidade.

Importante ressaltar que o Hospital de Rio Brilhante está descumprindo a mencionada Lei Estadual, e há a previsão de uma multa diária, que ainda deve ser definida na regulamentação da medida, e certamente a Câmara Municipal e o Ministério Público vão tomar providências no sentido de obrigar o hospital instalar tal equipamento e responsabilizar seus diretores pelo descaso e inoperância.