'Anti-Moro'? Projeto de Beto Pereira cai nas graças de Alexandre Frota - Rio Brilhante News - Notícias de Rio Brilhante MS e Região

22º min
32º max

  • Coberturas31


Rio Brilhante - MS, sábado, 22 de fevereiro de 2020

'Anti-Moro'? Projeto de Beto Pereira cai nas graças de Alexandre Frota

Assessoria diz que projeto está sendo mal interpretado

Publicado em: 05/02/2020 às 16h21

TopMídiaNews

Projeto do deputado federal Beto Pereira (PSBD/MS), que obriga ex-membros do Judiciário e Ministério Público a esperarem pelo menos cinco anos para se candidatar, caiu nas graças do também deputado Alexandre Frota (PSDB/SP), que compartilhou uma foto questionando "Lei Anti-Moro?". 

A postagem foi feita no Twitter, na manhã desta quarta-feira (5), e gerou muitos debates. O projeto altera a Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990, para estabelecer que os magistrados ou membros do Ministério Público só podem postular cargo eletivo cinco anos após a aposentadoria ou exoneração.

O projeto do deputado Beto Pereira, conforme a assessoria, foi debatido com membros do Ministério Público e do Poder Judiciário e todos acreditam no espírito dessa proposição: os homens passam, as instituições ficam, conforme a assessoria.

“Estão tratando a matéria como “Projeto Anti-Moro”, o que é um erro de interpretação. O ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro não é mais juiz, poderá colocar o seu nome à apreciação dos eleitores quando quiser. O PL 94/19 ainda vai tramitar pelas comissões e Plenários das duas Casas, Câmara e Senado. Será debatido com a sociedade e não alcança o ex-juiz Sérgio Moro em hipótese alguma”, conforme a assessoria do deputado.